Entenda como funciona as parcerias com laboratórios de apoio

Atender bem os usuários, diversificar a gama de serviços ofertados e otimizar os custos operacionais da empresa: esse certamente é o cenário ideal para um laboratório de análises clínicas. Porém, para atingir esse patamar, boas estratégias são necessárias, a exemplo do firmamento de parcerias com laboratórios de apoio.

Assim como em qualquer outro tipo de negócio, buscar parcerias para auxiliar nas operações de um laboratório é uma estratégia interessante para o empresário que busca aumentar o alcance dos serviços do seu empreendimento e ser mais eficiente.

Por isso, para ajudá-lo nesse sentido, preparamos um post mostrando como funcionam as parcerias com laboratórios de apoio. Continue lendo e conheça as vantagens dessa medida!

Como funcionam os laboratórios de apoio?

Dada a variedade de procedimentos e exames existentes no ramo de análises clínicas, é muito comum que um laboratório menor, por exemplo, não disponha de todos os recursos e equipamentos necessários para atender seus pacientes em todos os tipos de demandas.

Nesse tipo de situação, contar com o auxílio de um terceiro que dispõe da infraestrutura necessária é um diferencial bastante valioso. É exatamente assim que funciona a relação com um laboratório de apoio.

Em outras palavras, trabalhar em regime de parceria nada mais é do que firmar um contrato com um laboratório terceirizado — em regra, de porte maior —, o qual se encarregará de realizar os procedimentos e exames que o seu laboratório ainda não é capaz de fazer.

Operando com boas parcerias, o paciente que chega até o seu estabelecimento será prontamente atendido em um maior número de demandas, podendo ter sua necessidade solucionada sem nenhum tipo de complicação ou demora.

Internamente, os procedimentos que precisam ser realizados pelo laboratório de apoio são identificados e encaminhados para este, de modo que o paciente em momento algum precisa fazer contato com o terceiro, o que é muito mais cômodo e simples.

Operar dessa maneira traz uma série de benefícios, tanto para os usuários dos serviços quanto para o próprio estabelecimento, que consegue, por exemplo, atender demandas mais específicas, pouco recorrentes e complexas, sem que isso implique grandes investimentos.

Contudo, como você verá mais adiante, essas não são as únicas vantagens percebidas quando se trabalha em parceria com laboratórios de apoio.

Quais as principais vantagens dessa parceria?

Além de ser uma ação estratégica que ajuda o seu empreendimento a funcionar de maneira mais eficiente, confiável e competitiva, as parcerias também trazem impactos positivos na parte administrativa da empresa, otimizando custos, dinamizando os processos e modernizando a sua atuação. Nesse sentido, as seguintes vantagens comprovam essa afirmação:

Maior agilidade nas entregas

Quem atua a área de análises clínicas sabe bem o quanto o fator agilidade é essencial para garantir a satisfação e o atendimento preciso das necessidades dos usuários. O fato é que atender bem, em muitos casos, significa atender rapidamente.

Nesse ponto, os laboratórios de apoio podem melhorar bastante a dinâmica de atendimento do seu negócio, escalando as atividades.

É possível, por exemplo, encaminhar amostras de pacientes de uma cidade do interior, onde não existe um determinado equipamento, para ser analisado por um laboratório parceiro na capital, o qual detém a tecnologia necessária para a avaliação.

Em um tempo bem menor, os resultados podem ser enviados de volta, por meios digitais, agilizando sobremaneira o fluxo de comunicação entre o seu laboratório, o parceiro e o paciente.

Redução de custos

Outro ponto que merece ser destacado em relação às parcerias é a redução de custos que a medida gera. Para ficar mais claro, imagine como pode ser pouco estratégico e produtivo para o seu laboratório ter que investir em um equipamento e treinar pessoal para realizar um determinado procedimento que possui uma baixíssima recorrência. Nesses casos, é muito mais econômico e prático terceirizar o serviço.

De maneira direta, essa ação já traz uma redução significativa nos custos operacionais, viabilizando o investimento em setores com mais prioridade. Além disso, ainda garante serviços de ponta para o paciente, aliando bons custos e agilidade.

Reforço na troca de informações

Hoje, com crescente utilização de recursos de integração e comunicação de informações na área médica, o reforço desses quesitos é fator determinante para o sucesso dos empreendimentos.

Ao trabalhar com parceiros, invariavelmente, haverá a necessidade de contínua troca de informações entre a sua empresa e o laboratório de apoio. Nesse contexto, otimizar a forma como essa relação acontece se torna imprescindível.

Atualmente, sistemas informatizados são utilizados para gerenciar a comunicação, garantindo um fluxo contínuo e preciso dos dados, a fim de que todos os envolvidos na relação tenham controle sobre os procedimentos.

Como fazer uma gestão adequada dessas parcerias?

Para obter sucesso no firmamento das parcerias, tanto o laboratório de apoio quanto o apoiado devem estar atentos a uma série de fatores, de modo que os destinatários dos serviços sejam os maiores beneficiados.

Inicialmente, a eficiência dessa relação depende da transparência nas atividades. De maneira direta, isso reforça a credibilidade e rigor dos processos, evitando que falhas ocorram e gerem rupturas na qualidade da relação.

Um cuidado adicional que repercute diretamente na gestão da parceria é a divisão de tarefas e responsabilidades. O ideal é que a empresa de apoio e a apoiada tenham critérios claros de definição de responsabilidades.

Por exemplo, pode-se determinar que o laboratório apoiado fique encarregado de realizar o atendimento, efetuar os procedimentos pré-analíticos, coleta e identificação das amostras. Por sua vez, o laboratório de apoio fica incumbido de realizar o transporte, execução das análises e orientações pós-analíticas.

Além dos pontos citados, é oportuno destacarmos a importância dos processos logísticos para que as parcerias deem certo. Como a operacionalização dos serviços se dá a partir do envio de amostras entre um a empresa o parceiro, é fundamental que haja uma gestão precisa, a fim de evitar atrasos, erros e danos.

Por fim, como foi possível perceber ao longo deste artigo, os laboratórios de apoio prestam um serviço de grande valia no mercado de análises clínicas. E com base neles que empreendimentos menores podem reforçar suas atividades, aumentando a variedade de serviços e agilidade nas entregas, tudo isso a custos mais competitivos.

Quer seguir se informando sobre esse e outros assuntos? Siga as nossas redes sociais e fique por dentro das nossas atualizações. Estamos presentes no Facebook, Instagram e YouTube!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *