17 equipamentos essenciais para montar um laboratório de análises clínicas e suas funções

17 equipamentos essenciais para montar um laboratório de análises clínicas e suas funções

Uma etapa importante na hora da montagem do laboratório é equipá-lo. Por isso, o empreendedor deve saber sobre os equipamentos de laboratório de análises clínicas e suas funções. Quais equipamentos devem estar presentes desde o início das atividades? E será que eles se relacionam somente à atividade-fim do negócio? 

Nesse artigo, pontuamos os principais equipamentos de laboratório de análises clínicas e suas funções. Mas, antes de listar cada um deles, falamos um pouco sobre o cuidado que se deve ter com a estrutura técnica do empreendimento. Confira!

Estrutura técnica de um laboratório de análises clínicas

Estrutura técnica de um laboratório de análises clínicas

Um laboratório de análises clínicas depende de uma estrutura técnica de primeira para oferecer a seus clientes e pacientes um serviço de excelência. Ao mesmo tempo, sua estrutura deve atender perfeitamente aos colaboradores, para que exerçam suas tarefas de forma correta, minimizando erros.

Os equipamentos de laboratório de análises clínicas e suas funções podem dizer respeito aos espaços comuns do laboratório, como área de atendimento, sanitários, copa, sala de espera e outros. Sobre esses, faremos uma explicação breve ao fim deste texto. Porque o que realmente pode causar dúvidas ao gestor são os equipamentos de laboratório de análises clínicas e suas funções relacionados aos espaços “técnicos”, como sala de coleta, bioquímica e imunologia, e hematologia.

São nestes espaços que são coletadas e estudadas as amostras. Os exames determinam diagnósticos sobre as condições de saúde dos pacientes. E ter bons equipamentos é uma das garantias que os resultados sejam precisos, sem falhas. Diante disso, montar um laboratório de análises clínicas exige cuidados especiais quanto aos equipamentos. Não se pode negligenciar o investimento nessa estrutura. 

Equipamentos de laboratório de análises clínicas e suas funções

Equipamentos de laboratório de análises clínicas e suas funções

Os exames laboratoriais são classificados por setores. Exames de bioquímica, hematologia e imunologia são os mais comuns. Cada empreendimento possui uma forma de funcionamento, mas há um comportamento geral de que as áreas com maior volume de exames são de responsabilidade interna, executados pelo próprio laboratório. Já os setores com exames de menor volume podem ter seu trabalho terceirizado para laboratórios de apoio.

Considerando essa realidade, o gestor devem saber os equipamentos de laboratório de análises clínicas e suas funções necessários para executar seus exames internamente. Sabemos que não basta um microscópio e meia dúzia de equipamentos específicos para processar os materiais biológicos e gerar os resultados. Na verdade, são dezenas de equipamentos de laboratório de análises clínicas e suas funções. Confira os principais!

1. Microscópios

Dentre os equipamentos de laboratório de análises clínicas e suas funções, o mais conhecido pelo público geral é o microscópio. Mas a dúvida do gestor é: quantos microscópios serão necessários para o negócio? A quantidade depende da demanda de exames. 

O microscópio serve para a análise e compreensão dos microorganismos. Ele amplia a imagem de objetos minúsculos, que pode ser formada por meios ópticos, acústicos ou eletrônicos. A imagem pode ser recebida por reflexão, processamento eletrônico ou por uma combinação dos métodos.

Em um laboratório de análises clínicas, o microscópio mais utilizado é o óptico, que, por meio de um feixe de luz, possui lentes que aumentam o tamanho dos componentes da amostra. Os microscópios eletrônicos utilizam feixes de elétrons e são mais utilizados na área científica.

Para atender à precisão requerida por um laboratório de excelência, o gestor deve se atentar a alguns pontos na hora de adquirir esse equipamento: qualidade de imagem, manuseio simples e ergonomia (garante o conforto do profissional que o utiliza).

2. Colorímetro

Colorímetro é um equipamento cuja função é dosar a concentração de um elemento conforme a intensidade da cor do composto formado. Em regra, quanto maior a concentração, mais intensa é a cor. Os colorímetros são digitais e podem ser de dois tipos:

  • Colorímetro portátil: utilizado para quando há necessidade de precisão em análises e para quando o profissional precisa de mobilidade, já que ele é prático para carregar para trabalhos em campo;
  • Colorímetro de bancada: um dos equipamentos essenciais para montar um laboratório de análises clínicas, é voltado para análises feitas dentro dos laboratórios de pesquisas.

Um exemplo de colorímetro fotoelétrico é o C-200, que permite a determinação da absorbância de uma solução em uma frequência particular de cores. Assim, torna-se possível verificar a concentração de um soluto conhecido, desde que esta seja proporcional à absorbância.

3. Analisador de bioquímica

Um dos equipamentos essenciais para montar um laboratório de análises clínicas e suas funções necessários é o analisador de bioquímica. Como o próprio nome sugere, ele tem a função de fornecer análises bioquímicas das amostras. Ele também pode dosar componentes relacionados ao metabolismo do corpo humano. 

Esses aparelhos precisam de reagentes específicos para gerar resultados e são altamente automatizados.

4. Agitadores

Agitadores são equipamentos utilizados para homogeneizar soluções. Existem alguns tipos de agitadores, e cada um deles possui uma função específica. Há agitadores magnéticos, utilizados em líquidos menos viscosos. Há também os agitadores com hélice que servem para solubilizar conteúdos mais viscosos. Ainda, existem os agitadores do tipo vortex, que são exclusivos para tubos, e as mesas agitadoras, que se destinam a soluções com volumes maiores.

Quando o gestor pesquisa equipamentos essenciais para montar um laboratório de análises clínicas e suas funções, deve considerar quais suas maiores necessidades para escolher os melhores agitadores.

5. Estufa

Outro equipamento essencial em um laboratório de análises clínicas é a estufa. Ela possui duas funções: cultivo de células e esterilização de materiais. E como ela faz isso? Esse equipamentos mantêm temperatura e nível de CO2 constantes. Isso é um fator indispensável para o crescimento celular saudável, por exemplo.

Como o negócio é voltado para a análise de amostras, é fundamental que as estufas, um dos equipamentos essenciais para montar um laboratório de análises clínicas e suas funções primordiais para análise, sejam modernas e funcionais.

6. Autoclave

Imagine que você herdou um laboratório e acabou de assumir o negócio. Um colaborador vai até você com a demanda urgente de uma autoclave. E você se pergunta se ela é um dos equipamentos essenciais para montar um laboratório de análises clínicas e suas funções.

A resposta é simples e direta: a autoclave serve para esterilizar produtos por meio do contato com vapor de água em temperatura elevada. Para que ela faça seu trabalho, deve agir durante todo o tempo especificado, garantindo a destruição dos microrganismos.

Quando o gestor vai escolher um desses equipamentos essenciais para montar um laboratório de análises clínicas e suas funções, deve considerar o tamanho da autoclave, a ordem e o tempo dos ciclos.

Sabe aqueles materiais que não são descartáveis no laboratório, como as vidrarias? A autoclave que desinfetará e esterilizará tais materiais utilizando o vapor sob pressão. 

7. Balança

A balança em um laboratório cumpre a mesma função que o equipamento cumpre em qualquer outro lugar: realizar medições de forma precisa. Ela pode ser analítica, utilizada para pesagens que demandam maior precisão, ou semianalíticas. 

8. Banho-maria

Existem outros equipamentos essenciais para montar um laboratório de análises clínicas e suas funções primordiais. É o caso do banho-maria, que aquece materiais a temperatura moderada, impedindo que eles percam suas propriedades. 

Sua função é, portanto, aquecer as amostras de forma gradual e segura para sua composição.

9. Capela

Capela é um equipamento utilizado para manipular produtos tóxicos à inalação. Ela impede que os gases produzidos em seu interior escapem para o ambiente externo. Ou seja, sua função primordial é exaustar o vapor desses produtos para fora do ambiente do laboratório.

10. Cabine de segurança

A cabine de segurança é um dos equipamentos essenciais para montar um laboratório de análises clínicas, e suas funções se assemelham levemente às da capela. 

No entanto, a cabine protege o manipulador de toxicidade ou infecção, e seu fluxo laminar protege a amostra de contaminantes externos. Em seu interior, o ar é filtrado por filtros HEPA (de alta eficiência) que garantem a pureza. Por isso, é estéril. A cabine também se utiliza de lâmpadas ultravioletas no interior para combater diversos tipos de micro-organismos.

11. Destilador de água

O destilador de água é o equipamento cuja função é retirar impurezas e contaminantes da água comum. Ele possui importância alta no laboratório, porque a água destilada possui múltiplos usos, como solvente, reagente ou para limpeza de equipamentos e vidrarias.

12. Deionizador

Como seria a água mais pura possível? Aquela que sequer possui sais minerais. Existem equipamentos essenciais para montar um laboratório de análises clínicas que possuem funções relacionadas a ter uma água extremamente pura. É o caso do deionizador. Ele é responsável por filtrar os sais presentes na água, fornecendo a água mais pura possível, de modo que não haja interferência nos resultados. 

13. Centrífugas

Este é mais um dos equipamentos essenciais para montar um laboratório de análises clínicas. As centrífugas são muito utilizadas porque sua função é separar partículas biológicas em suspensão. 

A força centrífuga separa materiais mais densos dos menos densos. Em palavras técnicas, a amostra se separa em fases. Pense em uma amostra de sangue. Ela se dividirá em plasma, na parte superior, e células vermelhas no fundo (mais densas).

Se as amostras contêm sólidos e líquidos em solução (densidades distintas), os componentes podem ser dissociados através da rotação. Ou seja, tudo dependerá daquilo que se deseja adquirir para estudo. Considerando isso, analise a quantidade de rotações por minuto e o tempo de rotação.

No caso das centrífugas, o gestor deve procurar equipamentos modernos e fáceis de manusear. Não tem muito espaço? Busque por modelos compactos.

14. Contador diferencial de células

O contador diferencial de células é um equipamento que serve, como o próprio nome sugere, para realizar contagem celular e testes de viabilidade celular. Ele também é capaz de dizer ao seu usuário informações sobre distribuição dos tipos celulares e tamanho das células presentes na amostra. 

Por isso, é um dos equipamentos essenciais para montar um laboratório de análises clínicas, e suas funções são fundamentais para dosagem de células em um hemograma, por exemplo.

15. pHmetro

As aferições do pH de soluções é uma das tarefas executadas pelos profissionais em um laboratório de análises clínicas. E ela é muito importante porque uma pequena alteração no pH é capaz de alterar completamente alguns sistemas biológicos. Diante disso, o uso de um pHmetro, que mede o pH das soluções, é fundamental.

16. Pipetadores e pipetas

Pipetas são instrumentos que transportam líquidos entre recipientes. De diversos tipos e variadas finalidades, são muito utilizadas em laboratórios de análises clínicas. Uma pipeta muito usada é a graduada, que possui graduações em seu corpo, sendo possível mover uma quantidade específica de líquido. Há também pipetas automáticas, fundamentais para pipetar com precisão líquidos de volumes pequenos. O manipulador, neste caso, define a quantidade de líquido a ser transportado.

E pipetadores? O que são esses equipamentos essenciais para montar um laboratório de análises clínicas e quais suas funções? Eles confinam volumes específicos no interior de uma pipeta. São automáticos ou manuais.

17. Placa aquecedora

O último da nossa lista de equipamentos essenciais para montar um laboratório de análises clínicas e suas funções é a placa aquecedora.

Usada para aquecer ou ferver rapidamente líquidos ou compostos, ela auxilia os profissionais que precisam de realizar determinadas reações químicas que ocorrem a uma temperatura específica de ação.

Outros equipamentos fundamentais para o laboratório

Outros equipamentos fundamentais para o laboratório

Existem muitos equipamentos essenciais para montar um laboratório de análises clínicas, e suas funções são variadas. Além daqueles destinados às áreas técnicas, como acabamos de listar, existem outros que fazem parte da prestação de serviços.

Os computadores, tablets ou smartphones, por exemplo, são fundamentais para as áreas administrativa e laboratorial. Os modelos escolhidos devem ser não só duradouros, mas com boas especificações técnicas, capazes de suportar o uso frequente e garantir a boa gestão do grande volume de dados gerado pelo laboratório.

Os laboratórios de análises clínicas também devem poder operar um bom software de gestão laboratorial. Esse sistema é responsável por organizar todos os processos internos do negócio, conferindo produtividade às equipes, melhor atendimento aos pacientes e redução de custos.

Aliado a esse sistema, o gestor também deve implantar o interfaceamento no laboratório. O interfaceamento é uma tecnologia que permite uma comunicação rápida no laboratório entre todos os processos, incluindo de realização dos exames (desde o agendamento, análise dos testes, até a entrega dos resultados).Agora que você conhece os equipamentos essenciais para montar um laboratório de análises clínicas e suas funções, e sabe que o investimento neles é primordial para atingir a excelência em seu negócio. Que tal ver nossas dicas para gestão laboratorial?

Gostou do texto? Não gostou? Comente abaixo!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias: