Usamos cookies para fornecer os recursos e serviços oferecidos em nosso site para melhorar sua experiência. Ao continuar navegando neste site, você concorda com o uso destes cookies. Leia nossa Política de Privacidade para saber mais.

Como organizar laboratório de análises clínicas?

Como organizar laboratório de análises clínicas?

Em algum momento, você já se sentiu despreparado para uma carreira como gestor de um laboratório de análises clínicas?

Provavelmente você escolheu sua profissão porque estava fascinado com o mundo ao seu redor e queria descobrir em um nível molecular as formas como a vida existe.

Além disso, queria a liberdade de escolher seu próprio campo e estudar o que mais lhe interessa.

Você anseia estar no centro do laboratório – dirigindo testes, analisando dados e otimizando resultados – mas se vê envolvido em outras tarefas – pedindo reagentes, participando de mais uma reunião, fazendo qualquer outra atividade operacional.

Quer saber como organizar um laboratório de análises clínicas? Então confira agora mesmo o conteúdo que preparamos para você!

Saiba como organizar laboratório de análises clínicas!

Saiba como organizar laboratório de análises clínicas!

Você descobriu que ser o gestor de um laboratório é mais do que apenas entregar testes e resultados com eficiência, trata-se de administrar uma empresa.

Habilidades de gerenciamento de laboratório, embora usadas todos os dias por profissionais da área, não são ensinadas diretamente aos novos gestores. Em vez disso, elas são aprendidas durante a passagem de bastão.

Embora muito possa ser aprendido com essa abordagem de seguir pelo exemplo, ela tem seus limites.

A gestão de laboratório pode e deve ser aprendida de uma maneira mais direcionada!

Os gestores de laboratório são frequentemente promovidos a partir da equipe técnica. Acredita-se que se um indivíduo tem a capacidade de aprender a medicina laboratorial, ele pode aprender as habilidades de gerenciamento necessárias, dado o desejo e a aptidão para fazê-lo.

Habilidades de gestão são importantes para carreiras profissionais de todos os tipos. Quer você trabalhe na operação ou fora dela, a capacidade de organizar seu trabalho e supervisionar aqueles que estão com você é crítica.

Desta forma, a gestão laboratorial pode ser dividida em quatro categorias principais:

  • O planejamento permite que um gestor de laboratório saiba para onde o laboratório está indo;
  • A organização também é um trabalho importante para um gestor de laboratório porque ele ou ela determina quem faz cada projeto e técnica, gerencia os cronogramas e orçamentos para vários projetos e se mantém atualizado com as pesquisas nas áreas;
  • Liderar é extremamente importante para um gestor de laboratório porque isso, geralmente, define o ambiente e o ritmo do laboratório. Uma boa liderança pode inspirar os membros do laboratório para a produtividade e criatividade e ajudar os profissionais a trabalharem juntos.
  • O controle de um laboratório envolve a avaliação do progresso dos funcionários do laboratório e dos projetos e a capacidade de corrigir os problemas à medida que surgem.

Quer saber mais sobre cada uma dessas categorias? Continue a leitura e confira!

Planejamento: considerando o quadro geral

Com todas as responsabilidades que o gerenciamento do laboratório acarreta, é fácil ter certeza de que os erros serão ultrapassados, mas perder de vista o objetivo maior.

Uma sugestão comum dos especialistas é ter uma estratégia de cinco anos. Embora os profissionais do laboratório precisem de habilidades técnicas para realizar testes, é função do gestor do laboratório garantir que todos os testes sejam direcionados a um objetivo comum.

A capacidade de ver o panorama geral permite que os profissionais do laboratório avaliem o progresso de uma tarefa e determinem projetos futuros.

Um plano de cinco anos permite que você avalie o andamento de sua estrutura e a mantenha orientada para os objetivos.

Da mesma forma, uma declaração de missão pode guiar um laboratório e mantê-lo sob controle.

Lembrar-se de que sua missão é, digamos, a saúde de todos, isso ajuda você a reconhecer quais tarefas o ajudarão a cumprir seus planos e a ser mais produtivo.

Escreva uma declaração de missão que ajudará você e os demais profissionais do seu laboratório a lembrar, quando as coisas ficam difíceis, por que você está na área e por que esse projeto é importante.

Além disso, os funcionários adoram fazer perguntas, mas às vezes isso pode levar os profissionais a se perderem. Uma declaração de missão pode orientá-los no planejamento de experimentos para que não percam tempo em tarefas triviais ou tangenciais.

Organização: mais do que uma mesa limpa

A organização assume várias formas no gerenciamento do laboratório. O tempo, as pessoas e o espaço físico do seu laboratório devem ser organizados e ordenados para que a rotina ocorra sem problemas.

Nunca haverá tempo suficiente durante o dia para concluir todas as tarefas que você espera realizar, por isso é importante saber quando dizer não.

As reuniões de laboratório são uma ótima maneira de ajudar a manter um grupo de pessoas organizado e focado em seus objetivos.

As reuniões com todo o grupo permitem que os profissionais do laboratório permaneçam informados sobre os eventos do laboratório. Eles também podem ser um bom lugar para brainstorming e solução de problemas.

Os principais laboratórios têm reuniões regulares, tanto formais quanto informais. As reuniões individuais também são importantes para os funcionários do laboratório e o gerente, portanto, os testes e os problemas podem ser discutidos com mais detalhes.

No entanto, as reuniões de laboratório podem se tornar um uso ineficiente do tempo se não forem organizadas.

Ter uma agenda e uma pauta de reunião pode manter as conversas sob controle e evitar a necessidade de várias reuniões sobre um único assunto. Registros de reuniões de laboratório também podem ser usados ​​para medir o progresso das tarefas.

Liderança: eficiência e gestão

Muitos analistas e gestores observaram que nem todos os líderes de sucesso são iguais. O primeiro passo para alcançar seu potencial de liderança é reconhecer seu estilo de liderança.

Existem vários recursos online que permitem reconhecer e analisar a maneira como você lidera. Em seguida, você pode se concentrar nos pontos fortes e fracos desse estilo de liderança e trabalhar para melhorá-lo.

Além disso, você pode comparar o tipo de líder que você realmente é com o tipo que gostaria de ser.

É vantajoso identificar um mentor de sucesso que pode não apenas ser um modelo para o seu comportamento, mas também uma caixa de respostas para questões com as quais você pode não ter lidado anteriormente.

O mentor deve ter experiência além do laboratório, especialmente em lidar com protocolo organizacional e indivíduos-chave fora do laboratório.

Você não pode motivar ou ajudar a todos da mesma forma”. Por exemplo, algumas pessoas respondem bem ao excesso de atenção. Outras pessoas gostam de ter mais espaço para pensar nos dados ou em seu próximo experimento.

Você precisa ser capaz de modular seu estilo para otimizá-lo para cada pessoa em seu laboratório.

É muito importante que os profissionais do laboratório saibam que você está envolvido e disponível. Uma maneira de conseguir isso é caminhar. Todos os dias, faça um esforço para caminhar pelo laboratório e visitar cada profissional do laboratório.

Em uma nota relacionada, muitas pessoas enfatizaram que os gerentes de laboratório devem praticar o que dizem.

Em outras palavras, faça o que você diz. Essa ação gera confiança e respeito de colegas. Se você deseja que a equipe esteja no laboratório no horário comercial, é muito mais provável que eles o façam se você estiver lá também.

A maioria dos especialistas enfatizou a importância de ouvir. Um bom líder não apenas dirige os profissionais do laboratório e lhes diz o que fazer, mas também ouve seus funcionários.

Isso não apenas faz os funcionários do laboratório se sentirem apreciados, mas também lhes proporciona uma experiência de aprendizado. E o mais importante: dá a você uma perspectiva diferente sobre sua prática, muito mais do que você teria se trabalhasse isoladamente.

Por fim, saiba quando relaxar e se divertir. Reservar um tempo para comemorar como um laboratório é ótimo para o moral e pode funcionar como um incentivo para atingir os objetivos do laboratório.

Controle: garantindo o sucesso de seus funcionários

Gerenciar um laboratório significa que há momentos em que as coisas dão errado e você deve consertar.

Os gestores, muitas vezes, lamentam que a maioria dos problemas vêm da gestão de pessoas. Uma das melhores maneiras de evitar problemas com os funcionários é ser claro sobre os padrões e expectativas desde o início.

Cada profissional do laboratório vem de uma formação diferente. A maioria dos problemas surge da falta de comunicação sobre as expectativas.

Sem expectativas claras, você não pode esperar que os profissionais do laboratório façam algo do jeito que você gosta.

É igualmente importante que os padrões do laboratório sejam mantidos, ou eles não serão seguidos.

Quando as coisas estão indo devagar, certifique-se de encorajar junto com os conselhos. As pessoas têm mais probabilidade de serem produtivas e criarem um trabalho de alta qualidade quando estão felizes e trabalhando em prol de uma meta, em vez de temer o castigo.

Por último, tente dar aos membros do laboratório uma sensação de controle sobre seu trabalho.

Um sentimento de orgulho e propriedade pode ajudar muito a motivar os funcionários, ao mesmo tempo que libera você para dedicar mais tempo a outras questões.

A chave para retornar ao trabalho que você ama é gerenciar bem seu laboratório por meio de planejamento, organização, liderança e controle.

Gostou de saber mais sobre como organizar laboratório de análises clínicas? Então descubra agora como seguir processos em laboratórios de análises clínicas!

Gostou do texto? Não gostou? Comente abaixo!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias: