Qual a melhor tecnologia para gestão laboratorial?

Qual a melhor tecnologia para gestão laboratorial?

A tecnologia revolucionou todas as facetas da vida humana, incluindo a prestação de cuidados de saúde.

No ambiente laboratorial, em particular, a integração da tecnologia no laboratório, através da aplicação de sistemas de gestão laboratorial tem melhorado um leque de serviços, incluindo a encomenda de análises laboratoriais, avançado serviços de estação de trabalho de instrumentos, relatórios de dados laboratoriais, agendamento de testes dinâmicos e gerenciamento avançado de instalações.

Além disso, os serviços gerais de tecnologia fornecem novas maneiras para a equipe do laboratório aprender e interagir com os colegas, facilita a comunicação entre os diferentes departamentos e educa os pacientes e clientes.

Por isso, se você quer saber mais sobre qual a melhor tecnologia para gestão laboratorial, confira o conteúdo que preparamos sobre o tema!

Quais são os benefícios de aplicar a tecnologia para gestão laboratorial?

Quais são os benefícios de aplicar a tecnologia para gestão laboratorial?

As tecnologias para gestão laboratorial garantem que os registros e dados do paciente sejam armazenados adequadamente, de modo a habilitar recursos como rastreador de histórico do paciente, onde o histórico do paciente pode ajudar o laboratório a deduzir que tipo de teste aquele visitante solicitaria, bem como relatórios estatísticos, onde informações úteis são inferidas com base no resultado do teste.

Historicamente, o sistema para gestão laboratorial é usado para registrar, gerenciar e armazenar dados para configurações sobre análises clínicas.

Uma solução tecnológica eficaz pode melhorar muito a qualidade da entrega laboratorial por meio da eliminação dos desafios associados à manutenção manual de registros, por exemplo:

Redução de erros: erros de escrita nas fases pré-analítica e pós-analítica constituem a maior parte dos erros em laboratórios. Um sistema eletrônico que realiza validação precisa de intervalos de referência e valores permitidos no ponto de entrada de dados pode reduzir o número de tais erros;

Tempo de espera reduzido e resultados mais confiáveis ​​para os pacientes: quando a maior parte da manutenção de dados é feita pelo software para gestão laboratorial, os técnicos podem se concentrar em sua tarefa principal de realizar e interpretar os testes. Isso leva a tempos reduzidos para os pacientes e a resultados de teste mais precisos;

Reduz a carga de manutenção de registros: conforme a análise da amostra passa por diferentes estágios, a solução de software mantém a consistência e a persistência dos dados inseridos. Isso ajuda muito na redução da carga de manutenção de registros sobre a equipe do laboratório em cada estágio;

Rastreabilidade rápida do histórico do paciente e da amostra: uma simples consulta ao nome de um paciente ou identificador de amostra em um diário de bordo pode levar muito tempo, especialmente se a data de registro não for conhecida. Um sistema eletrônico permite a recuperação rápida e precisa dos dados do paciente.

Facilidade de gerar e divulgar relatórios: a geração de estatísticas cumulativas é direta em um software especializado, enquanto a geração de uma contagem simples de testes feitos ao longo de um período de tempo pode levar horas, pois as entradas do livro de registro precisam ser lidas sequencialmente para contagem manual.

Capacidade de visualizar e analisar tendências cumulativas: uma vez que os dados são mantidos de forma consistente em um sistema de informação de laboratório, ele abre possibilidades para realizar vários tipos de análises nos resultados dos testes e para inferir tendências e padrões. Isso pode, por sua vez, facilitar a tomada de decisão informada pelos médicos assistentes ou na alocação de serviços e recursos laboratoriais.

Gostou do texto? Não gostou? Comente abaixo!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias: