Melhoria contínua para laboratórios: 5 dicas essenciais

Melhoria contínua para laboratórios: 5 dicas essenciais

A melhoria contínua é um objetivo muito importante para qualquer laboratório de análises clínicas. Ela é o resultado de um sistema ativo de gerenciamento da qualidade do laboratório.

Desta forma, a melhoria contínua é o núcleo da gestão da qualidade e exige o comprometimento, o planejamento, a estrutura, a liderança, a participação e o engajamento de todos.

Devido aos regulamentos e padrões de qualidade, aqueles que trabalham em laboratórios de análises clínicas têm protocolos e procedimentos específicos a serem seguidos. Por isso, toda a equipe necessita ser treinada e focada na qualidade.

Se você quer saber mais sobre a importância da melhoria contínua para laboratórios de análises clínicas, confira o conteúdo que preparamos para você!

Qual a importância da melhoria contínua para laboratórios?

Qual a importância da melhoria contínua para laboratórios?

Os laboratórios de análises clínicas reconhecem a melhoria contínua como um passo integral no desempenho da qualidade. 

Para serem eficazes, os programas de qualidade precisam ser simplificados e sistematizados, e uma “cultura de qualidade” deve fazer parte dos procedimentos do laboratório para garantir resultados sustentáveis.

Melhorar a qualidade, inclusive do atendimento, tornou-se uma importante força para mudanças nos sistemas de saúde em todo o mundo. Embora a qualidade do atendimento seja difícil de avaliar em sua totalidade, é possível definir indicadores de qualidade específicos que podem ser medidos e avaliados quanto à eficácia e utilizados para melhoria do processo. 

O uso bem-sucedido de indicadores de qualidade requer a coleta de informações apropriadas, mensuráveis ​​e interpretáveis, que podem ser usadas como parte da melhoria contínua do processo.

Em um ambiente de laboratório, muitas métricas são rotineiramente coletadas e analisadas como parte dos processos diários de controle de qualidade do laboratório.

Embora possam ser considerados indicadores de qualidade, são necessárias medidas de processo mais amplamente definidas. Desta forma, identificar os indicadores mais amplos de qualidade e os métodos pelos quais eles podem ser medidos pode ser extremamente desafiador.

Como conduzir um processo de melhoria contínua para laboratórios?

Como conduzir um processo de melhoria contínua para laboratórios?

De forma geral, muitas vezes, é necessário definir indicadores de qualidade adequados na ausência de uma investigação.

Isso requer a compreensão de como os indicadores em potencial se relacionam com as necessidades dos profissionais, clientes ou da sociedade, com os valores do laboratório e as prioridades das partes interessadas da organização. 

Destinos específicos devem ser definidos para determinar os dados que serão coletados. Isso resulta na conclusão se o processo está sendo executado efetivamente ou se precisa de modificação.

Se um indicador de qualidade é medido rotineiramente e mostra ao longo do tempo que um processo está sob controle e não deriva, talvez ele não precise mais ser medido. Por isso, enfatizamos a importância de definir um ponto final, além do qual um indicador pode ser descontinuado. 

Caso um indicador seja medido com estabilidade em vários ciclos de coleta de dados, por meses ou anos, saber definir algo como “estável” pode liberar recursos para tratar de outras preocupações.

Nesses casos, o tempo gasto na coleta, análise e apresentações desnecessárias de dados estáveis ​​provavelmente seria melhor gasto com a observação de outros indicadores.

O uso de modelos criados a partir da legislação permite ao laboratório pré-definir cada indicador de qualidade em relação à definição, metodologia de coleta de dados, limiar, alvo de ação, apresentação de dados, possíveis interpretações dos dados com limitações e planos de ação, dependendo dos possíveis resultados e interpretações.

É importante enfatizarmos também que esses modelos necessitam ser complementados com discussões sobre outros tipos de dados que podem ser coletados, bem como as várias maneiras pelas quais esses dados podem ser analisados.

Neste caso, as ferramentas para gestão laboratorial são úteis para coletar e organizar as informações e ajudar a interpretar as descobertas. É preciso que haja um processo gradual que desmistifique o desenvolvimento de indicadores úteis de qualidade.

O resultado final é um indicador de ações adicionais que podem contribuir para o processo de melhoria da qualidade.

5 dicas para a melhoria contínua para laboratórios

Agora que você já sabe como conduzir um processo de melhoria contínua para laboratórios de análises clínicas é fundamental entender que para ser implementado com eficácia o processo precisa contar com o apoio da tecnologia.

Dado o contexto, você pode estar se perguntando o que é necessário para implementar um sistema e torná-lo útil em seu próprio laboratório.

Por isso, acompanhe as dicas abaixo e saiba como melhorar continuamente os processos do seu laboratório com a ajuda de um software para a gestão laboratorial! 

Conheça seus requisitos

Reúna a sua equipe e dedique algum tempo descrevendo o que desejam que um sistema faça por vocês. Após isso, busque entre as melhores opções do mercado a ferramenta que mais se adeque às expectativas de todos e veja esse sistema em ação, de preferência, em um ambiente real

Tenha um plano

Seu sucesso na implementação de um novo sistema será determinado pelo quão bem você planejou. Quem precisa estar envolvido? Pense além das pessoas da garantia de qualidade. Quais são os papéis dos indivíduos? Qual é a linha do tempo? Quais são os riscos potenciais e como você os administrará?

Execute como um projeto formal

Esse tipo de formalidade pode ajudá-lo a resolver os problemas que surgirem e garantirá que as pessoas apropriadas continuem envolvidas a cada etapa da jornada de implementação.

Treine bem a sua equipe

Reserve um tempo para treinar a sua equipe sobre o plano e dedique os recursos para fazê-lo bem. E não se esqueça que para a execução do plano ser bem-sucedida é preciso que os profissionais sejam capazes de operar o software em suas rotinas.

Seja inovador

Ao implementar o sistema, procure maneiras interessantes de otimizar os resultados sobre o seu investimento!

Incentive a sua equipe a pensar amplamente. Desta forma, você estará fortalecendo a cultura do seu laboratório e melhorando os resultados do seu negócio.
Gostou de saber mais sobre a importância da melhoria contínua para laboratórios de análises clínicas? Então não deixe de conferir o conteúdo sobre quando automatizar o laboratório de análises clínicas!

Gostou do texto? Não gostou? Comente abaixo!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias: