Qual a importância do código de ética para laboratórios de análises clínicas?

Qual a importância do código de ética para laboratórios de análises clínicas?

Um código de ética para laboratórios de análises clínicas esclarece as funções e responsabilidades dentro de uma organização e fornece orientação ao profissional do setor para abordar questões éticas comuns a área.

A designação cada vez mais respeitada em relação a segurança do paciente e as mudanças no setor de saúde geraram uma nova apreciação do papel essencial do profissional que atua em laboratórios de análises clínicas.

Por isso, se você quer saber mais sobre qual a importância do código de ética para laboratórios de análises clínicas, confira o confira o conteúdo sobre o tema!

Qual a importância do código de ética para laboratórios de análises clínicas?

Qual a importância do código de ética para laboratórios de análises clínicas?

A ética é a arte de fazer escolhas carregadas de valores e questões de conformidade regulatória geralmente não são questões éticas.

A profissão oferece princípios éticos que auxiliam na execução, pelos profissionais de laboratórios de análises clínicas, de suas funções como membros da profissão.

Um profissional de laboratório é guiado por vários códigos de ética e padrões de prática que se relacionam com o licenciamento, certificação e relação empregadora de uma pessoa. Esses códigos podem ser complementares ou contraditórios, exigindo que o profissional exerça julgamento sobre a estrutura que se aplica a uma questão ética específica.

Um profissional de laboratório de análises clínicas, independentemente do ambiente específico de sua prática, tamanho da organização ou portfólio de trabalho, se dedica a melhorar os resultados clínicos, reduzir o desperdício sistêmico e garantir o envolvimento e a satisfação das partes interessadas.

Esse propósito é freqüentemente, mas nem sempre, capturado em uma função de qualidades específicas. Um profissional de laboratório é definido por seu propósito e não por uma descrição de cargo.

A decisão individual sobre as situações éticas de funções laboratoriais

Os profissionais de laboratórios de análises clínicas devem trabalhar com competência e imparcialidade, praticando dentro do escopo de sua formação e especialização.

Eles devem defender processos que sejam justos, transparentes e consistentes com práticas baseadas em evidências. Além disso, devem permanecer atualizados sobre as tendências e melhores práticas do setor.

Os profissionais de laboratório devem entender que os destinatários dos serviços de saúde são as partes interessadas mais vulneráveis ​​no sistema. Por isso, devem tratar os destinatários com empatia e respeito, honrando sua autonomia e privacidade, além disso, apoiar os resultados de saúde positivos para os destinatários da saúde.

Profissionais de saúde fornecem uma experiência consultiva. Eles apóiam o uso justo da influência para promover relacionamentos colaborativos e estendem a seus empregadores todos os benefícios de sua experiência, conforme alinhado com o corpo de conhecimento da profissão.

As pessoas que trabalham em laboratórios de análises clínicas devem defender a qualidade e segurança, independentemente do ambiente de saúde. Facilitar as transições contínuas de cuidados entre os provedores e grupos de provedores e apoiar abordagens de atendimento que promovem a intervenção certa para a pessoa certa no momento certo e no ambiente certo.

Os funcionários de laboratório devem procurar reduzir o desperdício sistêmico entre todas as partes interessadas, defendendo intervenções e processos que melhoram os resultados de saúde e minimizam o desperdício.

Eles devem operar com transparência e replicabilidade em seu próprio trabalho, defender e alavancar práticas baseadas em evidências. Além disso, devem proteger a autonomia e a privacidade dos sujeitos.

Os gestores laboratoriais devem permanecer transparentes com funcionários de agências governamentais, reguladores do setor e órgãos de credenciamento. Precisam cumprir os regulamentos e padrões e relatar informações críticas quando necessário para proteger o interesse público.

Os profissionais de laboratórios de análises clínicas trabalham para melhorar a entrega e os processos de saúde para os pacientes, envolvendo todos de forma que influencie positivamente os sistemas de atendimento.

O compromisso do profissional de laboratório de análises clínicas com a instituição

Os profissionais de saúde envolvidos no trabalho de análise de dados seguem as melhores práticas para gerenciamento de dados e prática estatística.

Eles garantem que os resultados baseados em dados sejam apresentados de forma justa, que o produto do trabalho seja reproduzível e que os problemas e tendências sejam divulgados de forma adequada.

Além disso, eles defendem políticas e processos que apóiam ​​um ambiente seguro de atendimento e processos que demonstram alta confiabilidade, minimizando erros e mitigando danos a todas as partes interessadas.

São engajados no trabalho de melhoria de desempenho e empregam as melhores práticas baseadas na ciência, desenvolvidas dentro de estruturas de qualidade estabelecidas.

Os profissionais de laboratórios de análises clínicas que apoiam populações complexas defendem práticas de bem-estar além do gerenciamento de exames. Eles promovem intervenções que abordam a totalidade das circunstâncias de um destinatário de saúde.

Eles defendem treinamento e mentoria para promover a responsabilidade e promovem abordagens não punitivas baseadas em equipes transparentes para mitigar problemas e resolver disputas.

Além disso, eles fazem sérias e honestas parceria com reguladores, auditores e inspetores para promover a conformidade com os padrões e regulamentos relevantes.

Os gestores laboratoriais que seguem o código de ética são diretos e transparentes com as equipes que lideram, encorajam relacionamentos interprofissionais significativos, apresentam as informações usando uma linguagem clara, precisa e concisa e recrutam e orientam colegas para promover uma força de trabalho coordenada e competente, alinhada com o corpo de conhecimento da profissão.

O compromisso do profissional de laboratório de análises clínicas com a profissão

Os profissionais do setor da saúde apoiam o corpo de conhecimento por meio de estudo cuidadoso e aplicação de práticas baseadas em evidências.

Eles protegem a integridade dos processos e procedimentos dentro do corpo de conhecimento, orientam colegas fora da profissão para usarem ferramentas de qualidade com eficácia e consultam sobre a aplicação apropriada de ferramentas de qualidade.

Desta forma, eles buscam compreender totalmente como as ferramentas e processos de qualidade se aplicam ao setor de saúde e contribuem para o corpo de conhecimento e para a evidência que apóia a evolução das melhores práticas.

Os profissionais de laboratórios devem buscar desenvolver suas habilidades por meio de educação continuada, certificação, experiência profissional e treinamento. Eles precisam permanecer atualizados sobre as tendências do setor e procurar novas maneiras de aplicar o corpo de conhecimento a problemas emergentes.

Eles devem promover o código de ética da profissão por meio de mentoria e ajudar colegas em vários estágios de carreira a dominar a tradução de ferramentas de qualidade para a prática diária. Assim, compartilham as melhores práticas sobre a aplicação do conhecimento e promovem um ambiente seguro para colaboração e aprendizagem.

O código de ética para laboratórios de análises clínicas

O código de ética para laboratórios de análises clínicas

Como funcionários do setor da saúde, os profissionais que atuam em laboratórios de análises clínicas devem demonstrar os mais altos padrões de conduta ética e pessoal.

Eles devem aspirar elevar a profissão ao trabalhar com transparência, integridade, equidade, veracidade e colaboração.

Os padrões de boa conduta são influenciados por culturas corporativas, valores regionais e crenças pessoais. Todas essas frentes são capazes de incentivar muitas maneiras de alcançar a excelência que são autênticas para os funcionários, independentemente de sua trajetória de carreira.

No entanto, espera-se que os profissionais que atuam em laboratórios de análises clínicas devam:

  • Cumprir o código de ética e de conduta laboratorial;
  • Praticar a profissão com honestidade, integridade e responsabilidade para manter a confiança das partes interessadas, conforme definido no código de ética;
  • Abster-se de expressar sentimentos ou se envolver em condutas que coloquem os valores, a equipe, a profissão ou seus pacientes em uma situação falsa, ilegal ou difamatória;
  • Declarar com veracidade e precisão suas credenciais, educação profissional e experiência;
  • Honrar os direitos de propriedade intelectual;
  • Divulgar conflitos de interesse reais ou potenciais que possam surgir no contexto de qualquer oportunidade específica;
  • Manter a confidencialidade sobre as informações relevantes obtidas direta ou indiretamente enquanto trabalha no laboratório de análises clínicas.

Todos os profissionais que atuam em laboratórios de análises clínicas devem ler e cumprir o código de ética e de conduta! O não cumprimento do código de ética pode resultar em processos de revisão que podem levar ao encerramento das atividades e a revogação das credenciais.

Gostou de saber mais sobre qual a  importância do código de ética para laboratórios de análises clínicas? Então não deixe de conferir como escolher um software de fácil implementação para laboratórios, garantir a segurança dos dados sensíveis dos pacientes e otimizar o fluxo laboratorial!

Gostou do texto? Não gostou? Comente abaixo!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias: