8 dicas para garantir o atendimento humanizado no laboratório

8 dicas para garantir o atendimento humanizado no laboratório

O treinamento para a melhoria da experiência humana é repleto de linguagens que visam promover uma conexão mais próxima entre os pacientes e suas equipes de atendimento.

Hoje, muitos esforços em torno de resultados humanizados, segurança do paciente, coordenação de cuidados, eficiência e redução de custos estão em andamento e iniciativas de redesenho do atendimento laboratorial estão sendo avaliadas para orientar futuras melhorias de qualidade de saúde.

Por isso, se você quer saber mais sobre como garantir o atendimento humanizado no laboratório, confira o confira o conteúdo sobre o tema!

Uma estrutura de valor para humanizar o atendimento laboratorial

Uma estrutura de valor para humanizar o atendimento laboratorial

Neste conteúdo, consideramos primeiro o que queremos dizer quando usamos o termo “humanização”. A seguir, oferecemos dimensões, que articulam os constituintes essenciais da humanização em relação ao cuidar.

Cada dimensão é expressa como um continuum que se estende desde o termo que caracteriza a humanização em um sentido positivo até o termo que caracteriza a barreira a tal possibilidade.

Embora cada uma das dimensões seja expressa como uma afirmação que tem um oposto por uma questão de clareza, não estamos sugerindo qualquer dualismo aqui. Em outras palavras, não estamos sugerindo que alguém esteja “em um momento de humanização ou desumanização”, mas sim que esses termos bipolares sugerem possibilidades ao longo de um espectro que deve ser considerado no contexto.

Assim, gostaríamos de enfatizar que cada dimensão expressa um espectro de possibilidades que constituem tipos “ideais”. Não estamos sugerindo esses tipos ideais como valores absolutos, mas sim como pedras de toque para a consciência quando consideramos a complexidade das situações vividas.

O que é a humanização?

O que é a humanização?

Preocupar-se com a humanização é defender uma determinada visão ou valor do que significa ser humano e, além disso, encontrar formas de atuar nessa preocupação.

Assim, precisamos articular os constituintes essenciais do que é ser humano como base de valor. A consideração de todos os constituintes em conjunto pode formar um padrão útil a partir do qual julgar a humanização do atendimento. O julgamento incluiria dois níveis: até que ponto o cuidado aborda todas as oito dimensões e até que ponto o cuidado pode estar localizado em algum lugar ao longo do continuum da característica humanizadora positiva de cada dimensão em relação à sua característica desumanizante mais negativa.

Portanto, as seguintes dimensões não são separadas, mas implicam umas nas outras, por uma questão de clareza, destacamos essas nuances como importantes porque podem ser enfatizadas de forma diferenciada ou não ser enfatizadas em circunstâncias específicas.

Dimensões da humanização

Dimensões da humanização

Cada uma das oito dimensões de humanização e desumanização expressa um espectro de possibilidades.

Em cada caso, o valor humanizante positivo é primeiro articulado, seguido de como ele pode ser obscurecido por uma ênfase desumanizante. A desumanização ocorre quando qualquer uma ou mais das dimensões humanizantes são obscurecidas em um grau significativo.

Gostaríamos de observar aqui que as dimensões da humanização e da desumanização não são absolutas, mas sim uma questão de ênfase. Por exemplo, reconhecemos que as formas de avaliação e outras práticas de saúde, que são a solução de problemas de uma forma tecnicamente útil, são importantes. No entanto, é quando essas estratégias de problema técnico ofuscam a dimensão humanizadora a que nos referimos, que há um potencial de desumanização.

Cada uma das oito dimensões se sobrepõe claramente em alguns aspectos, mas cada uma enfatiza algo especial conforme capturado no nome da dimensão em cada caso. Confira!

1) Analise suas informações

Como especialista em gestão, você deve conhecer a famosa frase: “Se você não pode medir, você não pode gerenciar.” Antes de começar a fazer melhorias para um atendimento humanizado, primeiro você precisa saber quais oportunidades existem para melhorias e, em seguida, estabelecer os resultados básicos.

Em seguida, examine as tendências e estatísticas de registros eletrônicos de saúde, estudos de resultados e outras fontes de dados para identificar as principais áreas que precisam de melhorias no atendimento.

2) Estabeleça metas

Com base nas conclusões do exercício acima, estabeleça metas concretas e mensuráveis ​​nas áreas que você identifica como mais necessitadas de melhorias.

Estes devem ser precisos e de natureza quantitativa. O Institute of Medicine delineou seis objetivos de melhoria, ou pilares de saúde de qualidade que podem orientar o estabelecimento de metas de melhorias para humanização. De acordo com eles, os cuidados para garantir o atendimento humanizado devem ser:

  • Seguro: evite ferir os pacientes devido aos cuidados que se destinam a ajudá-los;
  • Eficaz: combine o cuidado com a ciência e evite o uso excessivo de cuidados ineficazes e subutilização de cuidados eficazes;
  • Centrado no paciente: honre o indivíduo e respeite a sua opinião;
  • Oportuno reduza a espera dos pacientes e daqueles que prestam atendimento;
  • Eficiente: reduza o desperdício;
  • Equitativo: elimine as lacunas raciais e étnicas que possam existir entre os profissionais.

3) Crie uma equipe equilibrada

Uma equipe eficaz deve ser composta por membros de diferentes origens, com habilidades e níveis de experiência variados.

Formar uma equipe equilibrada é uma das principais etapas do processo de melhoria e humanização do atendimento no laboratório. A equipe deve incluir um líder que possa aconselhar, supervisionar e defender a equipe, um especialista que possua a formação necessária para tomar decisões clínicas informadas e um gerente de projetos que pode realizar as tarefas do dia a dia e manter a equipe no caminho certo.

4) Inclua dados sobre fatores humanos

Os fatores humanos são uma fonte de conhecimento sobre habilidades, limitações e outras características humanas que são surpreendentes.

A engenharia de fatores humanos é a aplicação de informações de fatores humanos ao projeto de ferramentas, máquinas, sistemas, tarefas, empregos e ambientes para uso humano seguro, confortável e eficaz. Isso está intimamente relacionado à melhoria da qualidade.

Alguns princípios fundamentais dos fatores humanos incluem evitar a dependência da memória, padronizar procedimentos e usar protocolos e listas de verificação.

A consideração de fatores humanos na concepção de sistemas e processos de saúde tem muitos benefícios, incluindo processos de atendimento mais eficientes, comunicação aprimorada entre prestadores de serviços clínicos, melhor compreensão da condição médica de um paciente, risco reduzido de problemas médicos, dispositivos e erros relacionados à TI de saúde, melhores resultados para os pacientes e economia de custos.

5) Crie um plano executável

Para atingir seus objetivos de maneira oportuna e eficaz, você deve criar um plano de melhoria alcançável.

Isso inclui medidas específicas, protocolos para obter essas medidas e definições específicas para melhorias que serão obtidas de seu trabalho de definição de metas e análise de dados.

Certifique-se de ter um sistema organizado para rastrear seus dados e resultados!

6) Analise a qualidade das mudanças realizadas

Realise análises para testar a qualidade ou mudanças relacionadas à melhoria em ambientes clínicos.

Ao planejar, realizar uma mudança, observar os resultados e então agir de acordo com o que foi aprendido, a pessoa é capaz de discernir quais mudanças são eficazes. Este ciclo imita essencialmente as etapas do método científico, mas é adaptado para a aprendizagem orientada para a ação.

7) Comunique sobre os objetivos e o progresso

Assim que seu plano estiver em andamento, certifique-se de se comunicar com sua equipe e com sua organização em geral.

Compartilhe grandes e pequenos marcos, bem como contratempos. Parabenize aqueles que contribuíram e causaram impacto em seu progresso. Seu plano tem mais chances de sucesso quando a equipe está envolvida.

8) Pesquise sobre outras organizações do setor

Certos sites permitem que consumidores e trabalhadores do setor laboratorial visualizem dados e tendências sobre saúde.

Analise os dados e veja quais organizações se destacam em uma área específica em que você deseja melhorar. Pesquise online e procure saber se você pode aprender com os programas de melhoria do atendimento humanizado. Algumas organizações estão abertas para compartilhar essas informações para o bem maior dos pacientes.

Gostou de saber mais sobre mais sobre como garantir o atendimento humanizado no laboratório? Então não deixe de conferir como escolher um software de fácil implementação para laboratórios!

Gostou do texto? Não gostou? Comente abaixo!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias: